MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIA, 38 ANOS DE EXPERIÊNCIA MÉDICA, MAIS DE DEZ MIL CIRURGIAS PLÁSTICAS REALIZADAS = ZERO ÓBITO

10 Dicas
 
O sucesso de um tratamento de cirurgia plástica, bem como de qualquer tratamento médico, deve-se a vários fatores,  não necessariamente sòmente ao   conhecimento técnico do médico, mas sim,  principalmente do desejo do paciente em querer mudar para melhor,  além de suas condições clínicas......

É primordial que o médico saiba o real desejo de seu paciente, tarefa das mais difíceis, não é raro que o próprio paciente se sabota, consequentemente, sabota o profissional executante de seu tratamento.

Fazendo um balanço nestes 38 anos de labuta médica de nossos sucessos e insucessos, graças a DEUS a balança pendeu para o lado da maioria de nossos pacientes que se beneficiaram e ficaram felizes com seus  resultados, nos estimulando cada vez mais procurar nos reciclar, adquirindo novos conhecimentos para podermos oferecer o melhor aos nossos pacientes. Fazer ou não fazer determinados tratamentos quer Estético ou Reconstrutor:

1 – Evitar cicatrizes na mama em mamaplastias quer de Redução ou de Aumento . Há quatro décadas toda comunidade mundial de cirurgia plástica ainda a grande maioria realiza a cirurgia de redução mamária resultando em uma, duas ou três cicatrizes na mama , motivo pelo qual nos últimos dez anos a maioria das mulheres que necessitam reduzir suas mamas , evitaram submeter-se a este tratamento que já foi campeão aqui no Brasil, devido exclusivamente a extensão das cicatrizes, pois a mulher atual além de ser  mais bem informada devido a Internet é mais exigente, quer reduzir e elevar suas mamas, porém, não quer cicatrizes. Mais de um mil mamas foram beneficiadas com cicatrizes que permaneceram escondidas nas pregas axilares. Uma má cicatriz na mama é muito mais difícil de  correção do que  uma má cicatriz na axila. Ainda poucos colegas  conhecem a possibilidade de reduzir e elevar a mama pela via axilar pois, este procedimento  não popularizou-se, este é o momento de quebra de paradigmas. A mudança de conceitos em medicina ainda é um mistério, processo lento e difícil, apesar do grande recurso da Internet. O novo amedronta... Em virtude da mídia, devido a um modismo infeliz,  muitas mulheres receberam implantes mamários sem uma correta indicação, como resultado, laboratórios  ávidos para aumentarem seu faturamento, colocaram no mercado produtos indesejáveis e as mulheres que padeceram com tanta falta de escrúpulo...... Este é um momento de reflexão, se faz necessário que os cirurgiões plásticos, bem como grande maioria de outras especialidades  alheia a cirurgia plástica,   que indicam e realizam implantes mamários que respeitem a anatomia e proporções adequadas de cada paciente.

2 –Evitar ABDOMINOPLASTIAS em pacientes que tenham coxim adiposo no abdome, por que? Além da extensão da cicatriz que vai de uma espinha ilíaca a outra, resulta com uma cicatriz umbilical estereotipada de abdominoplastia. Este procedimento quando não associado a uma lipoescultura com seringa, que aspira exatamente a gordura excedente que precisa ser eliminada, resulta em excessos de gordura no abdome superior (acima da cicatriz umbilical), bem como nos flancos. Sabe-se que através de uma seringa de 60cc acoplada a uma cânula metálica é possível aspirar a gordura localizada com um traumatismo muito menor e principalmente com apenas  quatro pequenas incisões  no abdome de aproximadamente 1 a 2cm. Quando se utiliza a máquina sugadora, que impede de se ter um controle do que é aspirado quando comparado com o uso da seringa. Sòmente indicamos Abdominoplastia, quando a/o paciente tem apenas excesso de pele.

3 –Evitar dentro do possível o uso de implantes de produtos químicos, nossa preferência é o auto-implante de gordura porque é rica em colágeno e elastina, substancias que com o processo de envelhecimento vão reduzindo a sua produção no seu organismo.  Sabemos exatamente o que estamos implantando, porque a melhor colheita da gordura é através da lipoescultura com seringa, que mantém elementos primordiais para uma maior integração do enxerto de gordura, ao usar a máquina sugadora, ocorre destruição dos elementos responsáveis pela efetividade do enxerto gorduroso. Jamais deve-se implantar produtos industrializados na região pubiana,(bioplastias) quer feminina ou masculina, as complicações  tais como, fibroses, necrose de pele, formação cística, assimetrias, etc, complicações estas de difícil, as vezes impossíveis correções. Sòmente implantamos gordura autóloga em púbis, grandes lábios nas mulheres e no pênis no homem.

4-  No rejuvenescimento facial somente  submeter-se a um lifting quando o excesso de pele é severo, independente da idade, porque, através do ERbium Yag Laser, o auto-implante de gordura com ou sem PRP (plasma rico em plaquetas) que possibilita uma maior integração do enxerto de gordura, estes dois últimos tratamentos poderão postergar uma cirurgia mais invasiva, apesar de que na atualidade é possível submeter-se  a um lifting cervical e facial, com cicatrizes reduzidas e um resultado mais eficaz e natural, sem estigmas de cirurgia.

5 – Sabe-se que o paciente que se submete a uma cirurgia de redução do estômago, na maioria, troca a sua obsessão para comer em outras piores obsessões.... Terá anemia crônica, portanto  antes de pensar nesta cirurgia, pense na possibilidade de submeter-se a uma lipoescultura com seringa que poderá aspirar em até 7% do peso corporal por cada tratamento e que poderá ser repetido seis meses ou um ano depois. O índice de complicações  em cirurgias no pós-obeso (pós redução do estomago) é muito alto, em méida de até 40%.... enquanto da Lipoescultura com seringa é e aproximadamente 3%.

6 – Mitos e tabus quanto ao tratamento de estrias. O Erbium Yag laser pode até curar estrias superficiais, aquelas que não apresentam depressão na pele, já as estrias profundas ( já rompeu todas as camadas da pele), melhoram, porém, sem cura.

7 – Tatuagens, elétricas ou manuais, através do ERbium Yaga laser é possível borrá-las, caso seja realizada a quantidade de aplicações que cada caso exige, uma ao mês.

8 – O implante de próteses de glúteos não me convenceu, por melhor que seja o resultado, sempre parece ter um resultado notório, portanto, artificial, a nossa preferência é o enxerto autólogo de gordura, jamais bioplastia, pois determinam complicações de difíceis soluções....

9- O sucesso de uma cirurgia plástica exige um resultado natural , que não se percebe a grife de um/a cirurgião/ã plástico. Quanto as pernas, temos pacientes que trocaram de marido e o novo marido não foi capaz de perceber que sua mulher tem uma prótese de panturrilha. Sòmente um profissional que tenha realizado no mínimo cinquenta procedimentos de implante de prótese de panturrilha, pode estar qualificado  em indicar  uma prótese, qual tipo de prótese, plano correto , enxerto de gordura ou ambos em uma perna. Muito cuidado com “francos atiradores e curiosos”,

o prognóstico de um tratamento que requer a retirada do implante e nova colocação é sempre mais difícil, portanto sempre procurar conhecer resultados do profissional escolhido.

10 – SE o/a cliente tem  dúvidas sobre o seu resultado, bem como tem medo de morrer, não opere.

 

                                                        Fortaleza, 5 de abril de 2012

 

Dra. Yhelda Felicio ,Cremec:1709, Mestre em Cirurgia Plástica Universidade Federal do Ceará, Membro Titular Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Membro de Honra da Sociedade Francesa de Cirurgia Estética, Membro da Sociedade Internacional de Cirurgia Estética, 38 anos de experiência médica, www.yheldacirurgiaplastica.com.br

Comments